sexta-feira, dezembro 31, 2004

“NÁ’MÉRICA” IV

RELATO



«Hello. Olá a todos. Aqui vão mais algumas fotos.
Estou a 2 dias em San Pedro de Atacama um dos desertos mais secos no mundo. San Pedro tem uma altitude de 2400 m e durante o dia faz um calor terrível mas pela noite é um frio de morrer.

Um pequeno exemplo são os Geyser estão a uma altitude de 4300 m (difícil de respirar, e tudo se tem de fazer com calma) partimos as 4 da madrugada com temperaturas de -5 C mas quando o sol surgiu a que despir a maior parte da roupa pois a temperatura pode chegar aos 30 C.
Depois visitei o Valle Del La Luna que é uma paisagem lunar muito agreste. Por fim o Salar de Atacama uma planicie enorme onde tudo é sal. Espectaculares são os pequenos lagos cheios de Flamingos.
Quanto a passagem do ano vai ser por aqui em San Pedro, depois dia 1 é para descansar pois no dia 2 saio para um tour de 3 dias pelo Salar de Uyuni na Bolivia (Lagoas multi coloridas com flamengos, Hotéis de sal,...).
Que o ano que ai vem vos traga muita felicidade.
Saudações do deserto ( Sim isto é um deserto logo vou ter de beber muitos liquidos esta noite para nao desidratar)»


NOTA DO AUTOR DO POST = EU



O Hélder encontra-se no mesmo ponto onde um gajo lá andou, há uns 50 e poucos anos atrás – 1952. Foi aqui que o dito cujo, vincou não só a sua “crença”, mas principalmente e sua forma de estar na vida. Foi no epílogo dessa epopeia que esse gajo escreveu, «Sei agora que o meu destino é viajar e aceito-o como uma espécie de fatalismo».
No deserto do Atacama, em concreto nas minas de Calama, em pleno deserto e ainda hoje em funcionamento, foi palco do seus encontros com as classes mais desfavorecidas, nomeadamente um casal perseguido pela sua posição contestatária face às condições precárias de subsistência que se encontravam, que nas palavras desse gajo, eram «uma viva representação do proletariado de qualquer parte o mundo», e lhe transmitiu a sensação de estar «um pouco mais irmanado com esta espécie humana, para mim [o tal gajo] estranha».
Sobre o deserto do Atacama, também escreveu, «sem que possa crescer vegetação nas suas terras salitrosas, as colinas indefesas frente ao ataque dos ventos e águas, mostram dorsos cinzentos, prematuramente envelhecidos (…)». É considerado o deserto mais perfeito do mundo, com zonas que nunca registaram chuva durante dezena de anos.
Embora exista uma profunda diferença de consciência política entre dois sujeitos deste post, sobretudo na orientação, é um facto não conseguir dissociar a duas experiências.

OUTRA NOTA DO AUTOR DO POST = EU

Hélder, é isto que se ouve por cá, The Gift.



O single chama-se “Driving You Slow”, e o refrão é qualquer coisa como:

«Don’t look back
Don’t look back
Don’t look back

I will build my world
I will sing my song
I will keep my helmet on»




Abraço, e excelente 2005.

IMAGENS

- Imagem 1 – Valle de la Luna.
- Imagem 2 – Salar Atacama.
- Imagem 3 – Geyser del Tatio.

EPISÓDIOS ANTERIORES DA SAGA NÁ'MÉRICA

“NÁ’MÉRICA” III - Ligação.
“NÁ’MÉRICA” II - Ligação.
“NÁ’MÉRICA” I - Ligação.

BALANÇO 2004

Por um mundo melhor em 2005.



O mês de Setembro foi o melhor. O grande responsável por este resultado foi o António Magina, "ÓlhÓrebÓque". António, um cumprimento especial para ti.

quinta-feira, dezembro 30, 2004

AUXILIO ÀS VITIMAS DO SISMO - actualizado

AMI
UNICEF
MÉDICOS SEM FRONTEIRAS
CRUZ VERMELHA
AMAZON
MÉDICOS DO MUNDO - Sugestão do Tiago.
OUTROS LISTADOS PELA CNN

«Tsunami Death Toll Soars Past 117,000; Up to 5 Million Lack Clean Water, Food, Shelter» (Fonte - ABC News)

«Tsunami kills over 2200 tourists» (...) «The death toll across Asia from Sunday's Indian Ocean tsunami, triggered by a huge earthquake off Indonesia, has soared to more than 120,000.» (Fonte - Melbourne Herald Sun)

OUTRO LADO DO SOL

Sofia é de pinhole que falamos, certo?

+ VALIA

«A escolha da antiga dirigente comunista foi justificada por ser uma "mais valia" e por ter muita experiência política e combatitividade.» Combatividade, experiência, valia mais ser uma comunista antiga - mensagem subliminar.

"NÁ'MÉRICA" III - actualizado

Hélder, viste? «Mulheres chilenas despem-se em homenagem a Pablo Neruda» (Fonte - Diário Digital).

RELATO ANTERIOR ("NÁ'MÉRICA" II - Link)

ENTRE MANIFESTAÇÃO PLÁSTICA E GAJAS


Por Galba Sandras

Com este post consigo abranger um vasto universo de leitores. Desde quem só aprecia a manifestação plásticas até aqueles que só apreciam gajas. Estabelecendo uma escala imaginária sobre o maior ou menor gosto por “gajas” em detrimento da sensibilidade à “manifestação plástica” não obteríamos uma “distribuição normal” (Imagem) mas uma “distribuição lognormal” (Imagem), assimétrica à esquerda, claro.


Por Bryon Paul Mccartney

Estas imagens impulsionaram-me a escrever este post, devido:

- à sua dinâmica, e enfatizo a imagem 8, porque embora o modelo encontre-se estático, - sentado - a sua conjunção com os restantes elementos, e a própria expressão corporal, transmite movimento. Este corpo dirige-se para o céu, deixando para trás um traço de energia;
- à quadratura do elemento nuclear, ver sobretudo a imagem 6, outras que se destacam por este aspecto são as imagens 2, 7, e 8;
- aos corpos, pela sua capacidade física, elasticidade –imagens 1, 2, 3, 4 – e por as suas silhuetas encontrarem-se em profunda consonância com o actual estereótipo de beleza, por que não?


Por Bryon Paul Mccartney

Imagem 1 – por Bryon Paul Mccartney;
Imagem 2 – por Bryon Paul Mccartney;
Imagem 3 – por Bryon Paul Mccartney;
Imagem 4 – por Bryon Paul Mccartney;
Imagem 5 – por Rainer Klostermeier;
Imagem 6 – por Gunter Knop;
Imagem 7 – por Tim Phillips;
Imagem 8 – por Galba Sandras.


Por Tim Phillips

Fotografias recolhidas no Xupa-Cabras.

quarta-feira, dezembro 29, 2004

CONTO DE NATAL - ANIVERSÁRIO DOS XUTOS & PONTAPÉS

Eu sei, eu sei, o Natal já passou.
Eu sei, eu sei, o Zé Leonel, já não é dos Xutos há muitos anos.
O que eu pretendo é apenas publicar uma letra escrita por este, que pode servir perfeitamente como "canção de engate alternativa" para a noite de passagem de ano.
Aqui vai:
SUBTILEZAS PORNO-POPULARES
Já sei que não gostas da minha maneira de falar
Mas eu tenho de te dizer, Tu para mim,
És boa comó milho!
Há bocado passaste por mim e chamaste-me
Vaidoso!
É grupo, pois contigo, vai doze, vai treze, vai catorze,
Vai aquelas que conseguires aguentar!
Minha Linda!
Se a gente se pudesse encontrar aí fora
A gente fazia umas coisas jeitosas, por exemplo
Eu passava-te com a língua nas orelhas
Tu sentias um arrepio na espinha, mas era bom
Depois, depois eu punha-te as mãos nos faróis da frente,
Tu acendias os máximos
A gente enfiava-se aí numa escada qualquer e
Pimba!
Paixão, Tesão, Decisão, Vai à mão!

Autor: Zé Leonel - Membro fundador do Xutos & Pontapés, grupo que abandonou antes da edição do primeiro album "78-82".

terça-feira, dezembro 28, 2004

O ASSASSINO DOS COMBOIOS

Há uns dias folheava uma antiga revista, suplemento de um qualquer jornal, que juntamente com outras estava à espera de uma “vista de olhos” desde 1999!...
Na página 71 dessa mesma revista, encontrava-se um pequeno artigo sobre um filme de animação, chamado “A Suspeita”. Recordo-me de ver na estação de S. Bento no Porto, o comboio, as personagens, parte do cenário e uns anúncios desse filme, na altura da sua estreia. Entretanto o tempo passou e só agora, após ler a revista, comprei o filme, que arranjei apenas em VHS...

“Um compartimento de comboio, quatro pessoas, um revisor, um canivete de Barcelos e um potencial assassino. Chegarão todos ao final da viagem...?”
Vencedor de mais de 20 prémios internacionais, entre os quais o Cartoon D’Or 2000, o prémio atribuído ao melhor filme de animação europeu, “A Suspeita”, um filme de José Miguel Ribeiro, de 1999, produzido pela Zeppelin Filmes, demorou cerca de cinco anos a ser concluído! Desses cinco anos, resultaram os 25 minutos do filme!!
Conseguindo contornar as mais variadas peripécias, José Miguel consegui criar o que muitos consideram o melhor filme de animação português.
A ideia do filme surgiu, numa altura em que este realizador viajava muito de comboio, entre Lisboa e Porto, tendo portanto tempo para observar e pensar. Quanto à criação das personagens, foram utilizados diversos materiais, entre os quais plasticina e espuma de latex, esta última vendida em Portugal apenas pela empresa que faz os bonecos do “Contra Informação”. Os seus esqueletos foram fabricados pela “Mackninon & Saunders”, uma conceituada empresa inglesa. Com esta estrutura, a equipa de “A Suspeita” achou que havia motivos para uma qualidade excelente, em todos os aspectos.
Na altura das filmagens, a equipa era pouco experiente, em termos de cinema e mesmo o realizador apenas tinha feito um pequeno filme, “O Ovo”, como trabalho final de um curso de animação.
Este “policial”, está carregado de pormenores fantásticos e vale a pena ser visto, mesmo passados cinco anos da sua estreia!...

segunda-feira, dezembro 27, 2004

“NÁ’MÉRICA” II


Fiorde Chileno - Imagem (link)

RELATO

«Olá a todos,

Espero que tenham passado um Natal muito feliz, e que já se encontrem a organizar uma espetacular passagem de ano.
A viagem de barco Puerto Natales a Puerto Montt foi magnifica, tivemos um pouco de tudo, Glaciares, Vulcões, Leões Marinhos...
No dia de natal tivemos a possibilidade de visitar Puerto Eden que é uma pequena aldeia pescatória no meio do nada. Para que se possa ter uma ideia o problema dos habitantes não é a falta de peixe mas sim a quem vende-lo.
Neste momento estou a fazer tempo para apanhar mais um daqueles autocarros que somente leva 12 horas para chegar a Santiago do Chile (capital). Devido ao custo de vida ser similar ao nosso, o que não me permite grandes aventuras pelo Chile e considerando também que Santiago não tem nada de especial a visitar pretendo seguir o mais rapidamente possível para o deserto de Atacama. Mesmo aqui também pretendo passar pouco tempo 2 a 3 dias, pois todas as pessoas com quem tenho partilhado experiências, tem afirmado que a Bolívia é super espectacular e relativamente económica. Para fazer esta passagem de fronteiras tenho como objectivo um tour de jeep de 3 dias que liga San Pedro de Atacama a Unuyu Através de Salares (lagos de sal) e algumas lagoas com Flamingo... E assim se anda pela América do Sul com todos no coração mas com uma vontade enorme de continuar a conhecer todos estes lugares e diferente culturas.
Saudações “Patagónicas”, Hélder Almeida»


IMAGENS

- Imagem 1 - Fiorde Chileno;
- Imagem 2 - Puerto Éden.

RELATO ANTERIOR ("NÁ'MÉRICA" - Link)

SISMO - MAREMOTO, TSUNAMI

«Número de vítimas superior a 20 mil
Mais de 20 mil mortos é o balanço ainda provisório do sismo seguido de um forte maremoto que atingiu vários países asiáticos no domingo. No Sri Lanka, o número de vítimas mortais ascende aos 10 mil, na Índia registaram-se pelo menos seis mil mortos.»
(Fonte - TSF)

domingo, dezembro 26, 2004

FELIZ NATAL X – O BACALHAU ESTAVA MUITO BOM

Inevitavelmente comprei o DVD:



Do they now its christmas?

We're asking you for food ... and you gave us rock'n'roll - a imagem.

FELIZ NATAL IX – O BACALHAU ESTAVA MUITO BOM

"NÁ'MÉRICA"



Glaciar Perito Moreno – Imagem

TRAJECTO

Buenos Aires (Argentina)
Cataratas do Iguaçu (Brasil)
Ushuai, Terra do Fogo (Argentina)
Puerto Natales (Chile)
Travessia de Barco
Puerto Montt (Chile)

RELATO

«Já parti de Ushuai (Argentina) a cidade mais austral do mundo local conhecido como o fim do mundo (duração da noite:4 horas!).
Só lá estive 2 dias, no primeiro aproveitei para fazer o reconhecimento para mais um eco-passeio: um percurso de 12 km no Parque Nacional Terra del Fuego, simplesmente magnifico. No segundo dia estava a chover e considerando a quantidade de vinho argentino ingerido na noite anterior só deu para sair pela tarde para um tour de barco no canal Beagle. Coisa normal Leões Marinhos... No sábado iniciei a subida para norte para Puerto Natales (Chile), qualquer coisa como 14 horas num autocarro com um intervalo de 1 hora para atravessar o estreito de Magalhães. Chegado a Puerto Natales tive a tarefa de encontrar uma pousada, coisa difícil, tipo 2 minutos e já estava com um copo de vinho chileno rodeado por n nacionalidades. É incrível Israel, Austrália, EUA, Canada, UK, Espanha, Grécia, nórdicos,... Casais, Grupos 3 a 4 amigos e mesmo muitos sozinhos (de ambos os sexos) por períodos nunca inferiores a 6 meses. Hoje domingo estou a preparar os próximos dias: Segunda e terça parto para o Parque Torres del Paine onde pretendo fazer uns percursos pedestres partindo de um refúgio que será a minha base e onde irei ficar a noite de segunda. A noite de terça irei-a passar na pousada em Puerto Natales onde estou hoje para que possa acordar cedinho na quarta pois pretendo fazer um tour de autocarro para o Glaciar Perito Moreno (Argentina). É o normal na Patagónia 10 horas enfiado num autocarro... De volta a Puerto Natales terei de começar a preparar o meu natal: Puerto Natales/Puerto Montt por barco 4 dias 3 noites.»
By Hélder.

IMAGENS

- Buenos Aires – Imagem 1
- Buenos Aires – Imagem 2
- Buenos Aires – Imagem 3
- Cataratas do Iguaçu – Imagem 4
- Lamas na Península de Valves - Imagem 5
- Barco Ushuaia - Imagem 6
- Leões Marinhos - Imagem 7
- Torres del Paine - Imagem 8

sábado, dezembro 25, 2004

FELIZ NATAL VIII – O BACALHAU ESTAVA MUITO BOM

O Pai Natal é vermelho e ninguém tem duvidas. Este não dá mas, faz para que alguém dê.

sexta-feira, dezembro 24, 2004

FELIZ NATAL VII - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

FRANZ FERDINAND FAN



«HOLLYWOOD stunner Angelina Jolie has revealed that she is a huge fan of Scots rockers Franz Ferdinand.» (link) Eu também.

IMAGENS










DISAPPOINTMENT

«Angelina Jolie has revealed that she would kill in real life should the need arise.»(Fonte) Quando tratamos com gente educada é outra coisa!?!

FELIZ NATAL VI - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

QUERIDO PAI NATAL,

Para este Natal quero que me ofereças o DVD do GATO FEDORENTO autografado pelos 4 membros. Não esquecer sobretudo o autógrafo da pata esquerda da frente.

FELIZ NATAL V - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

À BLOGOSFERA

Aproveito para anunciar que os blogues que mais visitei durante 2004, foram: Blogue de Esquerda II, Barnabé, BSP, Fora do Mundo, Marretas, Blasfémias, Via Dupla, desNorte, Xupa-Cabras, Jumento.

FELIZ NATAL IV - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

SONS DO MOMENTO



YEAH YEAH YEAHS – dois temas de eleição: “Maps” e “Y-Control”;

INTERPOL – Turn on the bright lights – Senti qualquer coisa como … Joy Division. E não me enganei, ora leiam: « You won't read very many reviews of this New York band without seeing the words Joy Division pop up, and although there are some similarities, Interpol has something new to offer as well. This debut LP includes the tracks "PDA" and "NYC" from the group's well-received first single for Matador.» (link) mas não só.

O outro álbum – Antics - já foi comentado por, ÓlhÓrebÓque , aqui e aqui.

FRANZ FERDINAND – FRANZ FERDINAND, já comentado por Ólhórebóque, aqui.

MORRISSEY – YOU ARE THE QUARRY, first in the gang

JOSÉ MÁRIO BRANCO – Mudam-se os tempos mudam-se as vontades (ligação).

TOM WAITS, álbuns “Small Change”, “Bone Machine”, e “Blue Valentne”, e procuro “Rain Dogs”.

Finalmente, NICK CAVE & THE BAD SEEDS, com o magnifico duplo album “Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus”.

FELIZ NATAL III - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

O MEU PRIMEIRO CONTRIBUTO JORNALÍSTICO

O meu primeiro contributo para os “Amigos do Cáster”, e consequentemente ao “Praça Verde” e por conseguinte ao “Praça Pública”.

Obrigado aos “Amigos” e ao “Praça”.

FELIZ NATAL II - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

UMA “ADENOTA” DE NATAL

«Anjinhos e Árvores de Natal Sabem porque é que as árvores de Natal têm um anjinho em cima?
É uma longa historia ... Na véspera de um destes Natais, o Pai Natal estava muito aflito porque ainda não tinha embrulhado as prendas todas, tinha uma rena coxa e outra constipada. Desesperado foi beber um copo, chega à adega e não havia nada. Voltou à cozinha para comer alguma coisa e os ratos tinham comido tudo. Para alegrar-lhe a vida, a mulher avisou-o que a sogra ia passar o Natal com eles. No meio do desespero, tocam-lhe à porta. Com a pressa de abrir a porta, tropeça e amassa a cara toda, começando a sangrar. Abre a porta neste lindo estado e aparece-lhe um anjinho dizendo com uma voz angelical: - Olá Pai Natal! Boas Festas! Venho visitar-te nesta quadra tão feliz, cheia de paz e amor. Trago-te aqui esta árvore de natal. Onde é que queres que a meta?»
Bom natal, Marquito.

FELIZ NATAL I - ESTÁ QUASE NA HORA DO BACALHAU

Sobre os comentários ao post "GOSTEI + DO FILME QUE DO LIVRO - actualizado":

- Hoje, dificilmente alguém consegue ser perfeitamente original, os estímulos são tantos e Monty Python, Seinfeld, Herman José (dos 80 e 90), Allo Allo, All in the Family (“Uma família às direitas”, quem não se lembra de Archie Bunker), não saem do imaginário de muitos de nós. Porém, considero os “Gatos Fedorentos” uma lufada de ar fresco no nosso cenário humorístico, e originalidade não lhes falta, leiam com atenção o blogue.;
- Como se pode ver, nós o povo, estamos com “Gato Fedorento” … e ai de quem!!! Eh, Eh, Eh, …;
- Na minha opinião este não é um fenómeno efémero. Enfim, tudo acaba, a longevidade só depende do trabalho deles, e por curta que seja ficará na nossa memória … o papel? Qual papel? O papel? Qual papel? papel? Qual papel? O papel? Qual papel? … os seus papeis não nos saem cabeça;
- Os múltiplos factores também são importantes para os avaliar, e em todos os elementos há demonstrações de inteligência … ora veja-se, « GATO FEDORENTO NO COLISEU DO PORTO! Uma desgraça nunca vem só. Depois de quase ter sido comprado pela IURD, o Coliseu do Porto vê-se agora obrigado a receber o Gato Fedorento nos dias 14 e 15 de Janeiro. É muito triste que a maior sala de espectáculos deste país seja constantemente vilipendiada. Mais: isto significa que os quatro elementos do Gato Fedorento vão passear-se pelas ruas do Porto durante um fim-de-semana inteiro. Como é possível que o seu executivo permita uma coisa destas, dr. Rui Rio? Os bilhetes já estão à venda na FNAC, no Coliseu do Porto e na ticketline (na secção de entretenimento)» … ou … «MENSAGENS MESSIÂNICAS: Descobri que o mais recente disco - perdão, trabalho - do Frei Hermano da Câmara tem mensagens subliminares, quando as músicas – perdão, os temas - são ouvidos de trás para a frente. A certa altura, pude claramente discernir uma voz grave e entaramelada a dizer: “Auxiliai as velhinhas a atravessar a estrada”, “Ó jovem, não consumas drogas, pois isso dá-te cabo da vida, pá” e “Não vendam a alma ao Diabo. Deus está a oferecer mais dinheiro”» por MG.

CONSOADA VEGETARIANA

A associação “animal”, bem conhecida na constante luta pela defesa dos animais, propõe uma consoada diferente, através de e-mail enviado a todos os que se encontram registados no seu site (www.animal.org.pt). No e-mail constam ainda algumas fotos das condições deploráveis em que os animais são mantidos, durante esta quadra, não só para satisfazer a procura desmesurada e desmedida dos consumidores, mas também para satisfazer os grandes interesses económicos adjacentes, que se apresentam sempre à frente de tudo e de todos.

quarta-feira, dezembro 22, 2004

CHROMASIA

Uma fotografia interessante.

GOSTEI + DO FILME QUE DO LIVRO - actualizado

Se repararem nesta estatística, vocês vão perceber onde quero chegar com este post. O Gato Fedorento sem escrever têm médias de visitas, e pageviews fabulosas. Usámos a mesma estratégia mas não resultou. Porque será? É conjugação de múltiplos factores ... (1), (2), (3), (4). Este Gato tresanda a humor puro e duro. Mas sem querer ... "gostei mais do livro do que do filme".

CHRISTMAS TIME

It's Christmas time, there's no need to be afraid.
At Christmas time, we let in light and we banish shade
And in our world of plenty we can spread a smile of joy.
Throw your arms around the world at Christmas time.
But say a prayer, pray for the other ones.
At Christmas time it's hard, but when you're having fun.
There's a world outside your window, and it's a world of dread and fear.
Where the only water flowing
Is the bitter sting of tears
And the Christmas bells that ring there are the clanging chimes of doom
Well tonight thank God it's them instead of you
And there won't be snow in Africa this Christmas time
(Oooh) Where nothing ever grows, no rain nor rivers flow
Do they know it's Christmas time at all?
Here's to you
Raise a glass for everyone
Spare a thought this yuletide for the deprived, if the table was turned would you survive
Here's to them
Underneath that burning sun
You ain't gotta feel guilt just selfless, give a little help to the helpless
Do they know it's Christmas time at all?
Feed the world
Feed the world
Feed the world
Feed the world, let them know it's Christmas time again
Wooo
Feed the world
Feed the world (repeated to end)

sexta-feira, dezembro 17, 2004

PINTO DA COSTA

Pinto da Costa rendeu-se finalmente aos encantos da política e ao que consta quer derrotar Rui Rio pelo menos por 2 golos de diferença na final da liga de " Eu é que sou o Barão do Norte ". Entretanto prepara um "swing" com Luis Filipe Menezes ou mesmo com o retornado Fernando Gomes (É o meu preferido, fazem falta homens de peruca na Bola, abaixo a bigodaça!). E assim se constrói o futuro de Portugal!

quinta-feira, dezembro 16, 2004

SAIBA QUE

«Sabia que o governo PSD/PP decidiu vender 64 imóveis património do Estado, entre os quais o edifício da Segurança Social, em Aveiro, e agora, depois da pressão pública vai “apenas” cedê-los à exploração?

Sabia que o Governo autorizou a Segurança Social a arrendar o mesmo edifício para lá continuar com os serviços?

Sabia que apesar dos montantes que estes negócios vão envolver, o Governo quer fazer tudo por negociação directa, sem hasta pública?

Sabia que apesar da decisão só ter ido tomada a 28 de Novembro, esta negociata tem que estar escriturada até 31 de Dezembro?

Há quanto tempo e com quem anda o governo a tramar este negócio, no maior dos segredos? Qual é o objectivo de tanto sigilo?

Quanto é que a Segurança Social (o dinheiro de todos nós) vai ficar a pagar de renda por um edifício destes?

Uma vez mais, o Governo PSD/PP, vai vender os anéis que ainda restam para tapar o buraco do orçamento que diziam estar controlado!

Além do mais este é um processo muito pouco transparente a justificar que se duvide da sua seriedade.

O Governo está a empenhar o futuro. Este é mais um exemplo de uma gestão ruinosa da Segurança Social, que não defende o Sistema Público, nem a fiscalização de receitas e se preocupa exclusivamente com a perseguição às baixas médicas e aos subsídios de desemprego em vez de procurar saber porque se acumulam mais de 500 milhões de contos em dívidas de empresas que não pagam.»

quarta-feira, dezembro 15, 2004

SANTANA, SOGRO DO ANO

Sabe quem é o sogro do ano em Portugal?
É o Santana Lopes! Vai deixar tudo à NORA!...

terça-feira, dezembro 14, 2004

O NELSU FAZ ANOS! – XIII (Ultimo episódio) QUE SENTIDO … DE ESTADO QUE O SENHOR TEM!!

- Por favor, dirija-se a toda para o Hospital – pede Chery ao fogareiro.
- É para já senhora.
Depois de todo aquele aparato o táxi circula a grande velocidade pelas ruas de Lisboa em direcção ao Hospital D. Maria. Para desdramatizar a situação o fogareiro abre a “bocarra”:
- Então minha senhora, sabia que o nosso governo está pior que o seu companheiro?
- Não sei hei-de rir ou chorar, com piadas dessas certamente não bebe “Cintra, Preta”. Que “sentido de … estado” que o senhor tem!!! CAso não saiba este homem acabou de ajudar a salvar a nação. Já reparou?!? - Diz Chery.
- Ahhnn!?!?!...- o fogareiro confuso.
- Já reparou que vamos bater?? AAHHhhh … - grita Chery.
Crraaassshh … PPPPUUUMMMM!!!!! …

- AAAHHHhhhh - Charles acordou, com um berro.
- Então Charles. O que se passa? Tiveste um pesadelo? – Disse-lhe uma voz estranha.
Confuso com o pesadelo, e com a companhia, sente-se com vómitos e muitas dores de cabeça. Não sabe se é da ressaca ou do pesadelo Kitsch que acabara de ter. Ao mesmo tempo verifica que o sapato "Ives Saint Roland" com uma fissura na sola, e as peúgas "Kalbin Claine" compradas no "Centro Comercial Farol" não existiam. Não eram mais que uma componente desse pesadelo Kitsch. Arrepia-se.
- Charles, tens um bolo de cereja na banca da cozinha que acabaram de entregar – Diz-lhe a companheira de ocasião – tem um cartão com a seguinte mensagem: «Charles, aqui tens o bolo, obrigado por tudo. O Jorginho finalmente decidiu-se. Maria José R.». Quem é a Maria José? Posso saber?
- Ninguém em especial, só uma amiga de Lisboa da zona de Belém. Tenho lá uns amigos. Vou precisar desse bolo para o jantar do Nelsu. É no Sábado. Tenho que o conservar até lá. Não sei como – Diz Charles.
- Fácil, mete-o no frigorífico, adeus.

segunda-feira, dezembro 13, 2004

BBBRRRUUUUUUUUUMMMMMM

No dia que o Nelsu fez anos, a terra até tremeu.

AO 366º DIA

O puto não saiu da incubadora, e é precoce. Vê, ouve, já pede para fazer chichi e cocó, anda, fala, e percebe tudo o que lhe dizem, mesmo recados subliminares.

Para mim, é sempre um prazer escrever para o Nelsu. Parabéns a todos os que o mantem vivo. Especial abraço ao "ÓlhÓrebÓque" por tudo o que deu ao Nelsu.

Outros acontecimentos que marcam o dia 13 de Dezembro:

-1577 - Sir Francis Drake sets out from Plymouth, on his round-the-world voyage;
-1642 - Abel Janszoon Tasman reaches New Zealand;
-1862 - The Confederates win the Battle of Fredericksburg in the American Civil War;
-1938 - 100 deportees from Sachsenhausen built the Neuengamme concentration camp near Hamburg;
-1949 - The Knesset votes to move the capital of Israel to Jerusalem;
-1996 - Kofi Annan elected as Secretary-General of the United Nations.;
-2002 - The European Union announces the addition of ten new members in Copenhagen; Cyprus, the Czech Republic, Estonia, Hungary, Latvia, Lithuania, Malta, Poland, Slovakia and Slovenia. The countries' membership will be effective May 1, 2004;
-2003 - Former Iraqi President Saddam Hussein is captured near his home town of Tikrit.


Fonte: Wikipedia.

domingo, dezembro 12, 2004

O NELSU FAZ ANOS! XII

Chery Sorriu...
- Não deixa de ser curioso ver-te aí no chão a esvaires-te em sangue! Como as coisas mudam...Agora já não me insultas e os teus olhos pedem ajuda! Foi pena, mas o destino pregou-nos esta partida!
- Em nome de tudo aquilo que passámos juntos, chery...por favor leva-me a um hospital!
- Cala-te cabrão! Vais morrer mas eu não te vou ajudar!
- Eu ajudo-te! Diz Sammy puxando da sua pistola dourada...e num golpe repentino aponta e falha a primeira vez, aproxima-se e falha a segunda vez...Foda-se! Esta merda destes braços acabam com a minha pontaria!
- Dá cá a pistola, diz Cherry...Eu disse que não ajudava mas mudei de ideias! Eu própria trato do assunto! Num repente alveja Sammy no pescoço! Depois no joelho!
- Cabra! Diz sammy com a voz embargada pela quantidade de sangue que lhe jorrava do pescoço. Tu ... Porquê? E sufocado pelo próprio sangue sucumbe!
- Foda-se! Tinhas de deixá-lo disparar duas vezes? E se ele acerta? Foda-se!
- Tem calma...Eu troquei-lhe a arma por uma normal! Ele só sabia atirar com aquela arma torta que lhe corrigia o defeito dos braços!
- Mesmo assim...Foda-se! Ainda sinto o zumbido das balas!
- Não sejas queixinhas! Toma...coloca isto no corte aberto pela espada...Vai estancar a hemorragia!
E levanta-te! Não temos tempo a perder, o Nelsu tem indicações precisas sobre a localização do bolo!
- Mas...o bolo está ali no chão desfeito!
- Nada disso, esse bolo era banal, igual aos outros! Foi concerteza uma manobra de diversão para te afastar do Verdadeiro bolo! Não temos tempo a perder...
- Ainda me amas?
- Não sejas tolo...sabes bem que sim! Taxi!
O taxi parou e entraram...
- Para onde minha senhora? Perguntou o taxista.

UCRÂNIA

(...) «A perversamente designada “revolução” (das castanhas), que tanto gáudio causa aos manipuladores mediáticos da comunicação social dominante, estava há muito prevista. Segundo o jornal “The Guardian” (26.11.04), a “revolução das castanhas” é uma «criação dos americanos»: «patrocinada e organizada pelo governo americano com o concurso de consultores, sociólogos, diplomatas, os dois principais partidos políticos americanos e organizações não governamentais». A campanha desestabilizadora na Ucrânia segue o formato das anteriores encenações “democráticas” aplicadas em Belgrado (2000) e Tbilissi (2003).» (...)

(...) « Para os EUA e UE estão em jogo a possibilidade duma mais favorável reprivatização da propriedade e economia do país e, principalmente, a sua absorção pela NATO, o que constituiria um passo decisivo na sua caminhada belicista para Leste, comprimindo cada vez mais a Rússia.» (...)

(...) «A contenda em curso na Ucrânia é, por outro lado, um conflito intestino entre os vencedores do desmantelamento da URSS. Uma exacerbada guerra de clãs no seio da oligarquia dominante, factor que poderá ditar, em última instância, a obtenção dum acordo de cúpulas sob os auspícios do imperialismo que, em caso de ameaça, mantenha o status-quo.» (...) Autor, Luís Carapinha.

VIKTOR IUSHENKO

«A Procuradoria Geral ucraniana reabriu hoje o seu inquérito sobre a tentativa de atentado contra o líder da oposição Viktor Iuschenko, depois dos seus médicos terem confirmado que houve envenenamento por dioxinas, avançou a agência russa Interfax.» (Público)

O ÚLTIMO CONGRESSO TROSKISTA

«O Partido Socialista Revolucionário (PSR) reúne-se a partir de hoje no seu XIV Congresso, na Aula Magna, para, tal como já estava anunciado, transformar o partido numa associação. Os trotskistas sentem-se bem no Bloco de Esquerda e por isso já não vêm utilidade em manter a estrutura partidária que surgiu da fusão das correntes trotskistas da LCI (Liga Comunista Internacionalista) com o PRT (Partido Revolucionário dos Trabalhadores).

As razões para o fim do partido são explanadas nas próprias teses a este congresso: "Os partidos que deram origem ao Bloco de Esquerda mantiveram-se na sua forma legal anterior durante o tempo em que acharam determinante que assim continuasse a acontecer, e foi em função da sua própria reflexão que chegaram à conclusão que não tinha sentido manter um duplo protagonismo."

O Bloco de Esquerda surge, portanto, como o motivo do esvaziamento do PSR. "A decisão da formação do Bloco já implicava que, em algum momento, o PSR teria que se definir sobre se se continuava a considerar como o partido que representa a vanguarda revolucionária ou se, pelo contrário, valorizaria o seu esforço para a construção do Bloco como o melhor contributo que poderia dar para a formação de uma nova direcção socialista para a esquerda", lê-se nas teses.

Embora não sejam feitas referências às alterações operadas na lei dos partidos, a verdade é que a obrigatoriedade da candidatura a duas eleições consecutivas colocava os partidos que compõem o BE em cheque. A solução encontrada será também uma resposta à lei que está já em vigor. Desaparece um partido e "inicia-se uma nova etapa histórica", através de uma associação "herdeira da história e património do PSR", explica o mesmo documento.

Nascido em 1978

Para trás fica um partido que surgiu de uma fusão feita em 1978, com o intuito de criar - segundo o antigo dirigente do PSR e agora dirigente do BE, Francisco Louçã --"uma nova força" capaz de "ampliar a capacidade de convocação da esquerda".

Desde o início, o PSR optou por marcar a diferença relativamente à forma tradicional da actuação política. Exemplo disso foi a organização mais por causas do que por regiões. Os militantes trotskistas juntavam-se mais facilmente à volta de um assunto. Daí a criação do grupos de trabalho. "Calhava muito bem com a orientação do partido. Nos anos 80 a esquerda vivia uma situação muito desesperada, com as maiorias de direita de Cavaco Silva e nós tivemos de encontrar canais criativos que saíssem da política tradicional e permitissem uma ligação à sociedade", explica Francisco Louçã.

Uma das causas que o PSR tentou levar para o debate político foi a questão anti-militarista. Francisco Louçã lembra que essa foi a melhor forma que encontraram para marcar a diferença. "Na altura, estávamos perante um governo [de Cavaco Silva] de direita muito autoritário, e esse era um dos pontos onde facilmente se podia separar as águas." As iniciativas do movimento "Tropa não!" foram-se repetindo ao longo dos anos, sempre com a preocupação de surpreender os eleitores no seu dia-a-dia.

O militante Miguel Reis lembra-se ainda de uma iniciativa em 1997 na Rua Augusta, em que alguns militantes surgiram fardados de soldados distribuindo folhetos ao mesmo tempo que outros entravam em lojas colando autocolantes com dizeres do tipo "isto é sexista".

É nessas causas que Heitor de Sousa, um histórico do PSR que vem dos tempos dos Grupos de Acção Comunista (GAC), encontra os contributos positivos do partido. "Ajudou a criar o movimento feminista em Portugal, ajudou a fomentar o sentimento anti-militarista do 'Tropa Não!', para além dos movimentos homossexuais", diz.

À procura do deputado

Outra das características específicas do PSR foi a busca declarada por representação parlamentar. Por mais de uma vez ficaram a poucos votos de eleger um deputado. "O Parlamento era uma tribuna que era das mais ouvidas e através das propostas que fossem feitas era susceptível de mudar a vida das pessoas", explica Heitor de Sousa.

Havia ainda outro propósito: "A mudança de relação de forças na esquerda decorria de poder perceber-se que não havia só dois partidos à esquerda e dois partidos à direita. Era importante dar confiança aos eleitores." Mas o PSR nunca conseguiu eleger.
Francisco Louçã só conseguiu atingir esse objectivo do PSR com o Bloco de Esquerda, embora os trotskistas recusem a ideia de o novo partido ser um PSR melhorado. "É uma evolução que se insere na orientação estratégica do partido, mas isso tanto pode ser reclamado pelo PSR, como pela UDP ou pela Política XXI", afirma Heitor de Sousa.»
(Público)

sábado, dezembro 11, 2004

O NELSU FAZ ANOS! – XI

Charles olhou para o bolo. O bolo olhou para Charles. Charles aproximou-se do bolo e tirou dinheiro do bolso para o comprar, ignorando o som metálico que ouvira. Charles sentiu um reflexo na sua cara, apercebendo-se finalmente que tanto o reflexo como aquele som metálico vinham da mesma coisa... da enorme espada que o funcionário erguera do lado de dentro do balcão!... Charles, já com o bolo na mão olhou para o funcionário. O funcionário olhou para Charles. O bolo olhou para Charles e para o funcionário. Charles fugiu. O funcionário mandou um rápido salto por cima do balcão, impróprio para a idade que tinha. Charles fugiu com o bolo na mão...
A cara do funcionário fazia adivinhar o pior. Charles Branches fugia conforme podia. O funcionário, que ninguém sabe o nome, nem nunca ninguém saberá, porque já nem ele próprio o sabe, aproximava-se de Charles... Este estava com alguma dificuldade em correr e o actual estado dos seus sapatos, não ajudava. O senhor de idade parecia tudo menos ser de idade. Faltava pouco para o alcançar. Ouviam-se gritos e pedidos de auxílio. Não havia nada a fazer. Não houve nada a fazer... O bolo fora atingido com a espada e caíra desfeito no chão. O outro homem sentiu uma forte dor no peito e caiu. Passado poucos segundos deixou de respirar... No momento trágico, em que se perdera o bolo, também Charles foi atingido e jorrava sangue.
Foi nesse momento que, praticamente inanimado, viu Chery e Sammy à sua frente...

sexta-feira, dezembro 10, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - X

- Tens razão Charles, sabes...
- Diga sr. Presidente, sem receio!
- Bom, ahm, o que se passa é que...
-Vá homem desembuche, desembuche!
- Bem, não sei se te lembras mas aqui há uns meses atrás cometi um erro imperdoável, o que eu chamo de uma enorme TRAPALHADA
- Pois foi sr. Presidente, sem dúvida nenhuma, o que o sr. fez foi UMA ENORME CAGADA!. Pelo que vejo o sr. agora quer desfazer o que fez.
- É isso mesmo Charles, como me compreendes
- Ó meu amigo, a coisa é mais simples do que parece, você só tem que os deixar andar mais quinze dias, até lá eles caem por si, não vê que eles não se entendem?
- Realmente Charles, a tua clarividência surpreende-me, é mesmo isso que vou fazer, obrigado amigo!
- Só faço o meu trabalho senhor. Bem agora tenho de ir, adeus.
Charles saiu apressado e dirigiu-se à pastelaria em frente, aquela conversa deu-lhe fome.
Entrou na pastelaria e viu, para seu espanto, um magnífico bolo com cereja. Não pode ser, pensou, estou mesmo com sorte, não reparando no olhar do funcionário que o atendeu...

EXPOSIÇÕES NO C.P.F.

No dia 11 de Dezembro, pelas 17 horas, vão ser inauguradas as seguintes exposições no CPF (Centro Português de Fotografia):
- Alexandre O’Neill
- A Iludida, fotonovela de Wanda Marques;
- Retrato de Fernando Lemos, de Olívio Tavares Araújo;
- Vigovisión e I Feito Fotográfico, Colecção fotográfica do concelho de Vigo;
- Colecção de fotografia: Novas aquisições.

O NELSU FAZ ANOS! – IX

- Charles!! – Disse o PR.
- Sim, senhor Presidente!! – Respondeu Charles , enquanto entrava numa sala do Palácio de Belém.
- Estás com um andar tão estranho, será que é pelo facto de usares umas «PEUGAS “KALBIN CLAINE” MOLHADAS, …» -
- Exactamente Senhor Presidente – Interrompeu Charles - Mas vamos falar de coisa sérias: já aturei a Chery, já estive a caminho de Vladivostoque mas vim cá parar, já despachei um gajo para Almada, já mandei outro buscá-lo à estação de metro das Olaias, e agora encontro-o aqui com a rabo tão apertadinho que não cabem os tomates de um grilo. Imagine o tamanho dos tomates de um grilo, Sr. Presidente … Sr. Presidente será que esta estória não mexe sem mim?

quinta-feira, dezembro 09, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - VIII

Do outro lado do Tejo, vagueava um sujeito humilde. Um sujeito pobre que tremia de frio, devido às baixas temperaturas que se faziam sentir... ele estava cansado!... Não... não estava cansado... estava exausto! Aquela criatura humilde e indefesa tinha demorado alguns anos da sua vida, a juntar o suficiente para realizar um sonho banal. Ou será que não era um simples sonho, mas sim uma necessidade? Ele abandonou a pequena aldeia onde sempre viveu, para se dirigir à Torre de Belém. Quando se apercebeu que esta não era em Almada, conforme Charles lhe tinha indicado, era já tarde. Ele não possuía dinheiro suficiente para tornar a atravessar o rio.
O homem estava desesperado, mas não vencido. Estava determinado a matar Charles Branches um dia que o encontrasse. Juntar novamente algum dinheiro, era a sua nova tarefa. E se o decidiu, melhor o concretizou, indo parar a uma pequena pastelaria. A ocupação não era novidade para ele. Desde muito novo ajudava seu pai na confecção de bolos de cereja!...

quarta-feira, dezembro 08, 2004

ESTENÓPIO OU PINHOLE

Este é um texto longo, de um objecto simples. Um texto que explica o que é e como funciona uma “máquina fotográfica”, na sua vertente mais simples!... Vamos ver como é possível fotografar com uma lata de bolachas ou com uma caixa de sapatos...
O texto será dividido em cinco partes:
1. O que é um Estenópio ou Pinhole?
2. Construção da câmara
3. Captação de imagens
4. Revelação das imagens
5. Positivar as imagens

REVELAÇÃO DAS IMAGENS

Material necessário:
> Revelador de papel fotográfico;
> Banho de paragem e fixador;
> Tinas e pinças;
> Câmara escura;

Procedimento:
Já no interior da câmara escura, retira-se o papel da “máquina fotográfica”, revelando-o de seguida. O processo é igual à revelação de fotografias em papel: 1 min e meio no revelador; 30 seg., no b. de paragem e 2 min no fixador. De seguida lava-se a fotografia obtida durante 5 a 10 min e seca-se. Dispomos agora do nosso negativo...

terça-feira, dezembro 07, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - VII

Eram 23:35h. Na estação de metro das Olaias um homem tocava guitarra, o dinheiro mal chegava prá comida e a fome já apertava. De repente chega uma limousine branca e pára junto às escadas de acesso ao subterrâneo. De lá sai um homem bem parecido, com um ar de aristrocata. Desce as escadas com um ar apressado, aborda o artista de rua rapidamente lhe sussura ao ouvido. Sr. Presidente: Está na hora de ir para casa. O homem pega na trouxa, sai da estação de metro e entra na limousine. Já lá dentro, e depois de comer qualquer coisa desabafa...
- O meu povo desilude-me. A indiferença com que me trataram esta tarde foi a gota de àgua. Todas estas semanas em que vivi incógnito vagueando as ruas da cidade como um perfeito estranho serviram-me de lição. Sei que há gente a passar fome, que a solidariedade não abunda e que no fundo o exagerado valor do diheiro descaracteriza o meu povo! Vou voltar à presidência. Chame-me o Charles por favor!

O NELSU FAZ ANOS! - VI

O choque foi enorme. O destino da viagem foi alterado com a descarga eléctrica. O nosso herói foi para a Lisboa, mesmo em frente aos pastéis de belém. Decidiu, já que cá estou, que se lixe o bolo com cereja, que se lixem todos, vou comer pastéis.
Ao sair da pastelaria foi interpelado por um senhor de idade, queria saber onde era o palácio de Belém.
Charles com o seu sentido de alerta apurado previu o pior, o presidente estava em perigo. Mandou o senhor de idade até Almada e correu a toda a velocidade para o palácio de Belém. Identificou-se e falou com os seguranças, tinha de falar com o presidente, a vida dele corria perigo.
Consegui uma audiência, começou a falar com o presidente e este estava apático, Charles percebeu tudo, já não é o presidente, se fosse as eleições teriam sido marcadas, é um clone.
Mas onde andará o verdadeiro presidente, será que morreu, será que está vivo?

domingo, dezembro 05, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - V

A atmosfera estava pesada, e já se vislumbrava Sammy ao fundo. Os rostos aproximaram-se e ambos sentiam a dissipação de calor mútua, mas no último instante, como que num reflexo condicionado, fruto da quantidade brutal de novelas que viram juntos, o momento foi interrompido abruptamente.
- F#$%&oda-se o bolo!!! – Disse Charles Branches.
-Pois…
- Chery, onde posso encontrar aquele bolo com chantily e cereja que toda a gente adorava quando nos visitavam? – Perguntou.
- Estúpido, utilizas sempre os mesmos estratagemas para te aproximares de mim – virou costas e surpreendida com a aproximação de Sammy, abraçou-o quase instantaneamente. Abraço, que não seria recíproco, porque Sammy tem os braços desproporcionais relativamente ao resto corpo.
Charles, não teve outra solução senão tentar outra saída para problema.
- É isso, vou procurar na WEB - Pensou Charles, e disposto a tocar qualquer ponto do planeta para conseguir o bolo. Nelsu, era é implacável e não permitiria qualquer falha. Os Serviços Secretos já lhe tinham disponibilizado o sistema de tele-transporte, e qualquer localidade no planeta estava ao seu alcance.
Procurou na WEB, e encontrou ali mesmo ao virar da esquina: VLADIVOSTOQUE!!!
- P#$%rra!!! Uma viagem que no mínimo prolonga-se por 32 segundos! Não haveria um sitio mais perto? Não, não há!
Charles entrou no tele-transporte, e o processo iniciou, e só nesse instante se lembrou da tinha a peúga “Kalbin Claine”, molhada!?!?!? O manual do tele-transporte dizia expressamente «NÃO USAR PEUGAS “KALBIN CLAINE” MOLHADAS DURANTE O PROCESSO DE TELE-TRANSPORTE, SOBRETUDO SE TIVER UMA FISSURA NA SOLA DO SAPATO SUFICIENTEMENTE GRANDE QUE NÃO SE ENCONTRE APALPA-FOLGAS QUE A MEÇA COM RAZOABILIDADE».
Em pânico, Charles gritou. – AAAAAAHHHHHhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!

CENAS DO CAPITULO ANTERIOR (LINK)

NO PARQUE NATURAL DE MONTESINHO











Salvo erro, já lá vão 3 semanas que acompanhado pelos Amigos do Cáster estive “acampado” na aldeia de Montesinho. Do “acampamento base” saltamos para a exploração de trilhos, localidades, e estradas do Parque Natural do Montesinho.
O meu momento favorito, foi a visita à aldeia comunitária Portuguesa/Espanhola, Rio de Onor/Rio Honor. Deixo a informação:
«As aldeias de Rio de Onor, concelho de Bragança, e Rio Honor de Castilla, em Espanha, podem vir a tornar-se numa só. O projecto poderá vir a ser candidatado a fundos comunitários para criar infra-estruturas comuns nas aldeias.» (Fonte- Espigueiro)

+ imagens:

- “Acampamento Base” (Imagem);
- “Acampamento Base” (Imagem).
- “Acampamento Base” (Imagem);
- “Acampamento Base”, não abafem O artista, porra!!! (Imagem)
- “Acampamento Base” (Imagem);
- Aldeia de França (Imagem);
- “Acampamento base”, o canito (Imagem);
- Trilhos Rio de Onor (Imagem);
- Trilhos Rio de Onor (Imagem);
- Trilhos Rio de Onor (Imagem);
- Trilhos Rio de Onor (Imagem);
- Trilhos Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor, Oui! Oui! C’est moi. (Imagem);
- Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor (Imagem);
- Rio de Onor, brutal esta sequência (1) (Imagem);
- Rio de Onor, brutal esta sequência (2) (Imagem);
- Rio de Onor, GANDA BOI (Imagem);
- Aldeia de Montesinho (Imagem);
- Aldeia de Montesinho (Imagem);
- Aldeia de Montesinho (Imagem);
- Aldeia de Montesinho (Imagem);
- Aldeia de Montesinho (Imagem).

BLOG, PALAVRA Nº 1 DE 2004

«BLOG é a palavra número 1 do ano de 2004, segundo o editor de dicionários Merriam-Webster Inc.» (Fonte – Ponto Média).

SUN TZU – A ARTE DA GUERRA



Segundo o pensamento de Sun Tzu, um dos factores que permite prever qual dos oponentes sairá vencedor é, «aquele que sabe como manter seus superiores e subordinados unidos de acordo com suas propostas»



Jorge Nuno Pinto da Costa, identidade de culto do sector norte de Portugal, utilizou ontem palavras de José Régio para “ingrupir” uma determinada massa de gente que acredita que a justiça não funciona neste canto à beira mar plantado … e acredita muito bem! As palavras foram:

«Com a vossa presença e com a presença do general Ramalho Eanes, o meu presidente, e com a presença dos meus amigos que aqui estão e com o apoio da minha mulher e da minha família, continuarei a pautar a minha vida pelos conceitos de sempre do amor, da amizade e continuar a ter sonhos de cristal para realizar»

AMEN!

A ARTE DO STOR AdC

O Stôr AdC tem uma belíssima galeria de arte na blogosfera, sítio onde se pode conhecer a expressão artística de vários autores nomeadamente de fotografia e pintura.
Nelsu … «sítio onde inclusivamente lhe dizem, é pá e tal sim senhor…»

DISSE-ME O BAZONGA ...

... que do primeiro ao último passo da Biotecnologia existe espaço para a detecção de minas anti-pessoal. As experiências estão a decorrer, ou decorreram em Moçambique. Os sujeitos em causa são, a ratazana, e a planta que muda de cor. Fonte – O Bazonga da Kilumba.

sábado, dezembro 04, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - IV

Cherry sorriu! Correu para Charles e desferiu-lhe um violento golpe no rosto, com um quebra-nozes que trazia na carteira. Saira à pressa de casa e esta havia sido a primeira arma que encontrara. Branches caiu, mas rapidamente recuperou.
- Foda-se! Tinhas de me acertar na sobrancelha, logo na sobrancelha...Afinal o que é que te deu?
- Vai á merda! Que sufoques no sangue que te escorre pela tromba! Pensas que me esqueço?
E nem penses em tocar-me, o Sammy anda por perto...
- Sammy? Aquele sebento de braços curtos que era barman do "Sissy & Pussycats"? Tu andas com esse verme? Ele já consegue chegar à bica da cerveja?
- Não sejas estúpido. O Sammy tem-me ajudado muito, e além disso deu-me aquilo que tu nunca me deste...
- Quê?Uma nota de 5000€? Um fim-de-semana em Marte? Um Fiat Panda de 500 Cavalos?
- Continuas o mesmo imbecil de sempre. Amor. Foi isso que ele me deu! E mais, deu-me sociedade no bar. Sim. Ele comprou o bar e agora nós os dois é que gerimos o negócio...
- A madame e o seu chulo...
- Chama-lhe o que quiseres...Nunca fui tão feliz na minha vida!

ESTENÓPIO OU PINHOLE

Este é um texto longo, de um objecto simples. Um texto que explica o que é e como funciona uma “máquina fotográfica”, na sua vertente mais simples!... Vamos ver como é possível fotografar com uma lata de bolachas ou com uma caixa de sapatos...
O texto será dividido em cinco partes:
1. O que é um Estenópio ou Pinhole?
2. Construção da câmara
3. Captação de imagens
4. Revelação das imagens
5. Positivar as imagens

CAPTAÇÃO DE IMAGENS

Material necessário:
> Papel fotográfico;
> Câmara escura.

Procedimento:
Para efectuar uma fotografia deve-se abrir a caixa e, numa divisão estanque à luz (câmara escura), deverá ser introduzido o papel fotográfico, colocando-o no lado oposto ao do orifício. Poderá e deverá haver uma lâmpada vermelha própria, que irá dar alguma luz sem afectar o material sensível (é possível utilizar uma lâmpada vulgar com um filtro vermelho, mas existe o risco de estragar o trabalho!). A caixa deverá ser fechada e vedada se necessário com fita opaca à luz. O obturador deve também estar fechado. Os tempos de exposição, ou seja, o tempo necessário para sensibilizar o papel será calculado por tentativas. Num dia de sol e tentando captar uma imagem com algum contraste, poderemos fazer a primeira tentativa expondo 30 segundos (abrindo, portanto o obturador durante esse período). Se tivermos a possibilidade de utilizar em paralelo uma máquina fotográfica com fotómetro ou mesmo um fotómetro separado (medidor do tempo de exposição), podemos comparar os tempos, para que os possamos passar a saber, sem recorrer novamente a testes. Por exemplo: vamos partir do princípio que o tempo correcto de exposição para a pinhole eram os 30 seg. enquanto o fotómetro da máquina indicava 1/125seg., com um diafragma f:8. Para sabermos o número f do furo da agulha teríamos que contar os f-stops de intervalo, entre os tempos: 1/125 – 1/60 – 1/30 – 1/15 – 1/8 – 1/4 – 1/2 – 1 – 2 – 4 – 8 – 15 – 30. Estes 12 stops seriam agora contados na abertura do diafragma: f:8 – f:11 – f:16 – f:22 – f:32 – f:45 – f:64 – f:90 – f:128 – f:180 – f:256 – f:360 – f:512. O furo da nossa pinhole, tem um número f de 512.

sexta-feira, dezembro 03, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - III

Mas era efectivamente ela!
E como estava mudada!... estava mais bela que nunca... onde se metera ela durante aquele tempo todo, para que todo esse tempo não se notasse nela?!
Chery Branches aproxima-se da mesa... quer dizer Chery, porque Branches ela tinha deixado de ser há mais de dez anos.
Charles!
Charles demorou alguns segundos a responder ao sorriso de Chery. Ele estava frio, gelado, ao recordar o episódio mais marcante de toda a sua vida!
Chery! – respondeu ele, finalmente.

CENAS DO CAPÍTULO ANTERIOR (LINK)

quinta-feira, dezembro 02, 2004

O NELSU FAZ ANOS! - II

Charles desesperava, quando é que ela iria chegar? Onde raio estás amor da minha vida?
Porque raio é que não te soube manter enquanto era tempo?
Charles já estava farto de aventuras, tinha decidido acentar, já não sabia se ia a tempo, mas ia tentar. Era a ultima coisa que lhe restava fazer tentar…
Decidiu fumar mais um cigarro, apesar da proibição, ali não podia fumar porque prejudicava a saúde dos que o rodeiam. Acendeu o cigarro dizendo para si é por causa dos que me rodeiam que estou assim, que se f**** os que me rodeiam!
Na penumbra viu um vulto. Parece a Chery , mas não pode ser, ela nunca vestiria uma gabardine vermelha. Vermelhos nunca dizia-lhe ela , o meu pai nunca me deixaria usar vermelhos.
Mas a mim não tiveste problemas de usar. Bom, isso são àguas passadas, o que quero é rever-te.
Onde andas? Quero que venhas comigo à festa de aniversário. Onde andas?

CENAS DO CAPITULO ANTERIOR (LINK)

quarta-feira, dezembro 01, 2004

PROFECIAS

«Este governo
Não cairá porque
Não é um edifício
Sairá com Benzina
Porque é uma nódoa»


O Conde de Abranhos
Eça de Queirós

O NELSU FAZ ANOS! - I

Hye! My name is Branches, Charles Branches. Actually I’m Portuguese, but my British accent is almost perfect … uma introdução bondiana, só que Bond Girls nem vê-las, definitivamente não busco uma Bond Girl, mas o bolo de anos p’ó Nelsu. Tenho que me despachar porque o meu sapatinho “Ives Saint Rolan” já tem uma fissura e não há “apalpa-folgas” que o meça com razoabilidade, e a rua está húmida deste 1º de Dezembro chuvoso. A peúga “Kalbin Claine” que comprei na loja das meias no “Centro Comercial Farol” já está a chupar água. É um sensação de absorção desagradável “comó c!#”%$&ralho”.
Voltando ao bolo, a malta “tá” sismada “cu” chantilly, espero encontrar bolos com chantilly, senão “bou” ter que ”botar” do meu … ah! A cereja também é importante …

CENAS DO CAPÍTULO ANTERIOR(link).

O NELSU FAZ ANOS!

O Nelsu comemora no próximo dia 13 de Dezembro o seu primeiro ano de intervenção. O fiel leitor pode questionar-se...Mas "Nelsu-uma-preta" porquê? Tudo começa num bar Aveirense onde perodicamente se reuniam alguns amigos para tertúlias prolongadas ao som da verdadeira cerveja preta. A Cintra. Entre discussões acaloradas, debates ideológicos e algumas fanfarronices, não raras vezes se ouvia o pregão "Nelsu...uma preta!". Num desses encontros, e quando se discutia a nova ordem mundial, alguém sugeriu a criação de um blog. E pronto...Deu nisto! Não querendo diferenciar os contributos de todos aqueles que escrevem, e escreveram neste blog, faço uma menção honrosa ao Major Alvega. Incansável, dedicado e combatente, o Major comandou o Barco sem o deixar afundar mesmo em alturas onde os rombos no casco faziam prever o pior. O Nelsu não pára, e que caia o governo se isto não for verdade! Assim e para comemorar o aniversário, decidimos criar uma estória de improviso, em que cada um de nós segue a máxima de "Um post por dia nem saba o bem que lhe fazia", e em sequência sem combinações contruiremos um texto de 13 posts, até ao final da fábula que será no dia 13. Por decisão maioritária e silenciosa, começa o Alvega. Estou curioso para ler o final. Let the games begin...